segunda-feira, 14 de abril de 2014

Teste de Progênie 22o Grupo - Feitiço, Folião, Gaiato e Irado

Abrindo o quarto post dos comentários sobre os touros do 22º Grupo do Teste de Progênie da ABCGIL temos o Feitiço TE, touro de propriedade da fazenda Bom Jardim da Serra, do Guto Quintela. Feitiço TE traz a união de duas das mais importantes seleções e com animais de peso destas duas marcas, Impressor de Brasília e Unção da Silvânia. Impressor dispensa comentários e é um touro que agrega muito tipo leiteiro à sua família, esta devendo melhores resultados no teste, mas é sempre um nome importante. Unção da Silvânia por sua vez resgata muito do sangue antigo da Estância Silvânia, a meu ver um gado para ser resgatado ao máximo, vale lembrar que os antigos animais da marca produziram Nata, Jaca, Induzia, Pampa, Juju, Jojoba e por aí vai. Unção é filha do Efalc Obelisco Grafite, animal bem raçudo e provado, na Efalc Pureza Lageado, filha do Rocar Lageado V. Ouro, portanto irmã paterna da Pampa (pai do provadissimo Eliel de Kubera) na Rocar Jaçanã Zonado, filha do Zonado Maxixe. Muita história e da boa neste animal.

Feitiço TE - bom trabalho da Bom Jardim em resgatar o sangue do Obelisco
Irei avaliar o touro em cima de uma foto antiga que consegui na Internet, não é a ideal, mas é a única disponível, em minha opinião, o Feitiço TE é um touro de boa profundidade, poderia ser um pouco mais comprido, boa garupa, aprumos corretos (seria melhor vê-lo andando, pois na foto parece abrir o jarrete, mas também aparenta ser a forma que parou para a foto), umbigo poderia ser mais corrigido, linha de dorso correta, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço curto, chifres grossos e redondos com saída correta, tomaria cuidado em utilizar em algumas linhagens de chifres mais grossos (Gaiolão por exemplo), orelhas de bom tamanho e pouco gavionadas, cabeça um pouco pesada, pode ser a impressão por causa do chifre, por isso seria melhor ver o animal mais erado, enfim, bom touro que resgata o sangue antigo da Silvânia, touro para abrir sangue, pois só não pode ser usado na linhagem Impressor, Radar cairia bem (tomaria cuidado com o umbigo), Teatro (boa opção, mas seria preciso colocar em uma res boa de leite), Vale Ouro (vai lá atrás ´portanto não veria problema em usar, mas cuidado no porte), Rajastan (cuidado no racial, aí só o Dom entraria), Everest (boa opção se a res for raçuda), Bemfeitor (boa opção). Acho que o Feitiço TE não brigará pela ponta, vai ficar na parte intermediária para baixo da bateria, isto nem de longe desmerece este animal, acho que a função dele é mais de resgatar um sangue antigo e servir de opção para o sangue do Obelisco, neste quesito acho que o Feitiço TE cairá muito bem, espero ele provado com cerca de 100-150kg. Sêmen disponível com vendedores. Boa sorte e parabéns a todos da Bom Jardim da Serra.
Efalc Obelisco Grafite - Pai e ótimo touro
------------------------------------------------------

Segundo touro deste post é o Folião Kubera, pedigree muito semelhante ao do Feitiço TE, já que o Folião Kubera também é filho do Impressor de Brasília, porém desta vez com a Argila TE de Kubera que por sua vez é filha do CA Everest com a Efalc Pampa Lageado, portanto irmã completa do Eliel TE Kubera, Impressor vai a prova com tudo agora, é a chance de resgatar o seu nome abalado pelo mau resultado obtido pelo Diáfano e as constantes quedas do Guri.

Clique na imagem para ver vídeo
Sobre o touro em minha opinião, o Folião Kubera tem bom comprimento, ótima profundidade, garupa correta, bons aprumos, umbigo corrigido, ótima linha de dorso, cupim bem inserido e de bom tamanho, pescoço de bom, orelha de bom tamanho, mas poderia ser um pouco mais gavionada, chifres ovalados e finos com boa saída um pouco alta e uma cabeça leve e masculina, ótima opção para o sangue do Impressor em um de seus melhores filhos. Espero ele provado, mas não brigará pela ponta da bateria, deve figurar com PTA rondando os 250 kg. Pode ser acasalado com a linhagem Radar (boa opção para temperamento e pode cair bem com o Folião), Bemfeitor (leve cuidado apenas na garupa), Vale Ouro (bom para sistema mamário), Rajastan (pode ser interessante se o Folião segurar na raça). Sêmen disponível na CRV Lagoa. Boa sorte a todos da Kubera (proprietária do animal) e parabéns pelo touro.

  Argila TE Kubera - Mãe, detalhe no sistema mamário muito bom.
------------------------------------------------------
Próximo touro a ser comentado é o Gaiato FIV, produto de um acasalamento clássico e de sucesso na raça. Bemfeitor e CA Everest, por isto já dá para esperar um bom resultado do Gaiato FIV, porém também vem um sangue mais fechado e portanto mais difícil de ser acasalado, mas é mais uma boa opção para estes dois raçadores que apresentam um animal muito bem estruturado. A sua mãe, CA Saúva, é LA2, sendo assim temos poucas informações, apenas que é filha do CA Everest, nas fotos dá para perceber que vem de uma família com caracterização interessante, animais mais profundos e cumpridos, um dos chifres apresenta desvio que pode ter sido causado por algum acidente em sua formação, o outro é fino e chato, saída um pouco alta, pode evidenciar animais mais raçudos na sua linhagem.
Sobre o animal, acho o Gaiato FIV um animal de ótima profundidade, bom comprimento, escorre um pouco de garupa (vem do Bemfeitor), aprumos parecem corretos e fortes, linha de dorso correta, umbigo um pouco pesado, cupim de muito bom e bem inserido, pescoço de bom tamanho, orelhas de bom tamanho gavionadas, chifres chatos e com  boa saída e cabeça leve e masculina, muito bom touro. Espero o Gaiato FIV provado por trazer o sangue dos dois pilares, Bemfeitor e Everest, mas é complicado opinar em cima de um animal filho de uma LA2, é um animal que merece ser olhado com outros olhos pela sua estrutura e raça, se se sair bem pode ser uma baita opção. Pode ser utilizada com as linhagens Rajastan (cuidado na pelagem), Radar (cuidado no umbigo), Vale Ouro (pode ser uma boa opção), Teatro (boa opção). Sêmen disponível na CRV Lagoa. Parabéns e boa sorte aos proprietários.

CA Saúva - Mãe, ótima estrutura.
------------------------------------------------------
Último touro deste post é o Irado TE Vila Rica, união dos touros mais leiteiros da raça, Meteoro e Sansão, com a grande vantagem de ser mocho, sendo assim, um dos grandes problemas destes dois pilares esta ausente neste animal, a saída de chifres. Irado TE Vila Rica é um dos grandes desta bateria, sua irmã completa, Iaia TE Vila Rica, é a recordista mundial em torneios leiteiros, sua progênie vem se destacando em exposições e torneios Brasil afora, seu avô materno é líder do sumário (CA Sansão) e seu pai, Meteoro, é também pai do terceiro (Dom TE da Silvânia). União de leite, com leite, mais leite e com sistema mamário corrigido do Meteoro.
Sobre o touro, acho o Irado TE Vila Rica um animal com bom comprimento, ótima profundidade, garupa levemente escorrida, bons aprumos, umbigo normal, linha de dorso muito boa, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço de bom tamanho, orelhas pequenas e pouco gavionadas e cabeça leve e masculina, enfim muito bom touro para quem busca um a linhagem mocha. Espero ele na parte de cima da bateria, touro para brigar forte pela ponta e se bobear incomodar o líder Sansão, tem tudo para encostar na parte de cima do sumário e incomodar muita gente ao ver um touro mocho bem colocado. Pode ser usado nas linhagens Teatro (boa opção), Radar (ótima opção, cuidado no umbigo), Bemfeitor (cuidado na garupa), Vale Ouro (interessante para ainda mais úbere). Sêmen disponível na Alta Genetics. Parabéns ao Dílson Cordeiro e boa sorte.

Fada TE Vila Rica - Mãe, detalhe no sistema mamário.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Teste de Progênie 22o Grupo - Espelho, Exclusivo, Fado e FB Dodge



Este terceiro post vem com dois filhos da Profana dos quatro que terão o resultado divulgado este ano, vale lembrar que o Cowboy (Profana com Fantoche) que seria divulgado ano passado foi passado para este ano e no post passado já comentamos o Eros, agora comentaremos o Espelho TE de Brasília, dos quatro o mais comentado por trazer o sangue do CA Everest, seu pai, portanto unem-se o pai do CA Sansão com uma das 5 vacas mais premiadas e completas da raça, Profana de Brasília, a expectativa em cima do Espelho é grande e saberemos em Maio se ela será confirmada ou não. Um fato curioso ocorreu com o Espelho tempos atrás quando o seu material genético era incompatível com o dos seus filhos, foi provado que ocorreu um caso raro de quimerismo (troca de material genético entre indivíduos) dentro do útero da receptora que o gerou, é possível ler mais na reportagem do Portal do Gir.

Clique na Imagem para ver vídeo
 
Sobre o touro, em minha opinião, Espelho TE de Brasília apresenta ótima profundidade, poderia ser um pouco mais comprido, linha de dorso levemente selada, umbigo pesado, tomaria cuidado em usar ele em animais com sangue Radar, mas nada que um bom acasalamento dê jeito, aprumos corretos, boa garupa, cupim de bom tamanho e bem colocado, pescoço poderia ser um pouco mais comprido, orelha poderia ser um pouco maior e mais gavionada, chifres finos e chatos e com saída alta e uma cabeça leve e masculina, enfim é um bom touro onde se busca um animal com sangue da Profana e que traga o pilar CA Everest, acho que será um touro que brigará pela ponta, se fosse para cravar um filho da Profana na ponta eu apostaria no Cowboy com o Espelho e Eros colados nele, é um touro que deve se colocar entre os 20-30 do quadro geral. Pode ser usado na linhagem Rajastan (cuidado com o racial), Impressor (cuidado com o Racial), Teatro (boa opção para colocar leite e o Teatro segura no racial), Radar (cuidado no umbigo), Bemfeitor (pode ser uma boa opção). Sêmen disponível na Alta Genetics. Boa sorte a todos da Brasília e parabéns pelo animal.

FIGO Balandih FIV - Excelente filha do Espelho da fazenda Figueira, detalhe para o úbere equilibrado e raso.
  ------------------------------------------------------

Segundo touro deste post é o Exclusivo de Brasília, também é filho da Profana, porém desta vez com o Impressor de Brasília é o dos quatro filhos deste pilar da raça que terá seu resultado divulgado o que eu acho que corre mais por fora, Impressor não tem colocado muito bem os seus filhos no teste, mas é sempre uma família para ficar de olho, normalmente são animais maiores, mais exigentes, pode ser esta uma das causas de sua família não se sair muito bem no teste, já que são utilizadas apenas primíparas, vamos ver se a junção com a Profana produz animais de altíssima qualidade, com úberes fantásticos e muito produtivos, Impressor vai a prova com uma das melhores matrizes da raça, dos filhos do Udo ele é o mais famoso, porém acredito mais no leite do Fantoche, é a hora de mostrar realmente a que veio.

Clique na imagem para ver vídeo
 
Sobre o touro em minha opinião é um provavelmente o melhor filho da Profana em questão de conformação, pois tem muito bom comprimento, ótima profundidade, garupa correta (no vídeo dá para ver melhor), aprumos um pouco curvos e ao que parecem fecham um pouco no jarrete, tomaria cuidado com a linhagem Teatro, umbigo corrigido, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço cumprido, orelha de bom tamanho, mas poderia ser um pouco mais gavionada, chifres ovalados e finos com saída um pouco alta e uma cabeça leve e masculina, ótimo touro com pouco defeitos fáceis de serem acertados em um bom acasalamento, temperamento da família do Udo me preocupa um pouco, mas um bom manejo resolve. Acredito que será provado e bem, PTA por volta dos 300kg, mas deve ficar atrás de seus irmãos maternos, apesar de ser o mais fácil de se acasalar (juntamente com o Cowboy), é um touro que necessita correção nos aprumos e saída de chifres, neste quesito creio que as famílias do Radar e Dalton podem contribuir bastante, além destas pode ser acasalado com a linhagem Everest (cuidado no racial), Rocar Orvalho (boa opção), Teatro (cuidado nos aprumos), Bemfeitor (pode ser interessante se a res for boa de raça). Sêmen disponível na CRI. Boa sorte a todos da Palma (proprietária do animal) e parabéns pelo touro.

Rotulada JDRB - ótima filha da Fazenda Palma, destaque para o comprimento da res.
   ------------------------------------------------------

Próximo touro a ser comentado é o Fado da Epamig, touro da fazenda competente seleção Epamig que a cada ano vem colocando bem os seus touros no teste de progênie através de um trabalho extremamente criterioso e visando a criação de animais sem super-lactações. Fado da Epamig é filho do Modelo de Brasília, portanto sinal de muito leite com úberes impecáceis. Na linha baixa conta sua mãe Beleza da Epamig apresenta uma lactação acima de 4.700 kg em um sistema extremamente simples, mostrando todo seu potencial leiteiro, além disto é Xiato da Epamig, touro símbolo da seleção e muito bem colocado no sumário geral, e filho do Vale Ouro de Brasília em vaca Virbay Paraíso, portanto une os pilares de duas das mais competentes fazendas da raça, Calciolândia e Brasília. Touro com muita história, leite e ótimo sistema mamário em seu pedigree.

Fado da Epamig - foto Gir do Futuro do amigo Sej

Sobre o animal, acho o Fado da Epamig um animal de ótima profundidade, poderia ser mais comprido, escorre um pouco de garupa, aprumos parecem corretos e fortes, linha de dorso correta, umbigo um pouco pesado, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço de bom tamanho, orelhas pequenas e pouco gavionadas, típicas do Modelo, chifres chatos e com saída alta, também típicas do seu pai e cabeça leve e masculina, um detalhe importante é o tamanho do animal, a linhagem Vale Ouro prima pelo leite, mas também por produzir animais de baixo porte, pode ser interessante acasalar com animais um pouco maiores, é um animal que precisa ser acasalado com animais mais raçudos para melhorar principalmente a saída de chifres e orelhas. Espero o Fado da Epamig provado e figurando na parte intermediaria da bateria, sendo uma ótima opção para esta muito interessante seleção que é realizada pela Epamig, já que reflete a realidade da maioria dos criadores do país. Pode ser utilizada com as linhagens Everest (cuidado com o racial), Radar (cuidado no umbigo), Bemfeitor (cuidado na garupa, mas é uma boa opção para úberes), Rajastan (cuidado com o racial). Sêmen creio que possa ser encontrado na Epamig e nos revendedores de sêmen. Parabéns e boa sorte a todos da Epamig.

Xiato da Epamig - Avô materno e touro destaque da seleção, animal característico da linhagem Vale Ouro
  ------------------------------------------------------

Último touro deste post é o FB Dodge, touro fechado na grande seleção FB, uma das principais da raça e que traz na linha alta um dos touros de maior destaque da raça, FB Radiano, filho do grande FB Cadarço, e mais bem colocado touro da marca. Na linha baixa FB Dodge traz a FB Vulgar filha do FB Impacto em vaca Impressor de Brasília, portanto seleção FB com um toque de Brasília, é de se apostar em um touro com sangue aberto e com bons úberes e boa produção leiteira, gosto bastante da seleção do Zé de Castro, mantém o gado aberto e com ótimos números, torcer para o FB Dodge manter esta linha.

FB Dodge - Animal muito interessante que gostaria de ver mais erado.

Sobre o touro e baseado na foto antiga e ruim que tive acesso, acho o FB Dodge um animal bem interessante, com muito bom comprimento, ótima profundidade, garupa correta, bons aprumos, umbigo retraído, porém parece corrigido, linha de dorso muito boa, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço comprido, orelhas de bom tamanho gavionadas, chifres parecem redondos e um pouco grossos (vem do FB Radiano) com boa saída, cabeça leve e masculina, enfim muito bom touro para quem busca um racial interessante com a marca da seleção extremamente competente e correta do Zé de Castro. Acho que o FB Dodge será provado e bem, deve figurar na parte intermediária da bateria, não vejo ele brigando pela parte de cima do sumário, mas acho que mesmo assim é um touro que deveria ser utilizado com mais freqüência, creio que provado terá mais a somar do que muitos a sua frente, tem pedigree aberto e é uma ótima opção para a seleção FB. Pode ser usado nas linhagens Everest (boa opção para incluir leite e o FB Dodge segura na raça), Teatro (boa opção), Radar (ótima opção, corrigisse o umbigo do Radar e este afina o chifre do Radiano), Bemfeitor (cuidado apenas nos ligamentos de ubere), Rajastan (cuidado com o racial), Vale Ouro (interessante para dar porte e pegar os úberes e leite desta linhagem). Infelizmente não sei aonde vendem sêmen do FB Dodge, será preciso entrar em contato com a seleção FB, mas é um touro que entra bem em qualquer plantel, pois vem mostrando o competente trabalho desta marca e que a cada ano coloca bem os seus animais. Parabéns ao Zé de Castro e boa sorte.

FB Radiano - Pai e destaque da competente seleção FB.
  ------------------------------------------------------

quarta-feira, 26 de março de 2014

Teste de Progênie 22o Grupo - Destaque, Dom Juan, Enlevo e Eros



 Abrindo o segundo post deste ano com as avaliações do teste de progênie da ABCGil, temos o touro NSP Destaque TE, de propriedade da fazenda Nossa Senhora da Penha, casa também dos provados Bonzo de Brasília Napolitano TE da Cal, este segundo muito presente no pedigree do NSP Destaque TE, pois sua mãe, Nara TE da Cal, é irmã completa do Napolitano, sendo assim é CA Everest na grande Senxém. Na linha alta NSP Destaque traz Meteoro de Brasília, ao meu ver acasalamento interessante, pois trouxe um melhor equilíbrio de úberes e leite do Meteoro e uma boa caracterização da Nara e da Senxém, esta última precisa provar que sua família é tão vitoriosa quanto ela nas pistas e colocar um descendente bem colocado, seria muito interessante ter a genética da Senxém entre os 20-30 primeiros.


Clique na imagem para ver vídeo


Sobre o touro, em minha opinião, NSP Destaque TE, apresenta ótima profundidade, poderia ser um pouco mais comprido, linha e dorso um pouco selada, umbigo de bom tamanho, aprumos ao que parece são corretos, seria preciso ver de traz para ver se não fecha de jarrete, mas se for é coisa mínima, não me preocuparia com isto, garupa levemente escorrida, cupim de bom tamanho e bem colocado, pescoço de bom tamanho, orelha levemente gavionada, chifres finos e chatos e com saída correta e  cabeça leve e masculina, enfim é um bom touro onde se busca um animal com sangue da Senxém e um acasalamento que busca corrigir alguns pequenos defeitos da linhagem desta grande matriarca e acho que a marca NSP foi feliz na escolha. Apostar na família da Senxém não tem sido muito fácil, Segredo da Cal pegou muita gente de surpresa não se classificando nada bem e é um filho da irmã completa da Nara TE da Cal, a grande Nagy, portanto qualquer palpite será meio no escuro, mas eu acreditaria no NSP Destaque TE provado com PTA em torno de 200-250 kg, apostando na força do Meteoro. Pode ser acasalado com a linhagem Teatro (cuidado nos aprumos), Bemfeitor (cuidado na garupa), Vale Ouro (porte mais baixo), Radar (cuidado no umbigo) e Udo. Sêmen disponível na ABS Pecplan. Parabéns pelo animal e boa sorte a todos da Nossa Senhora da Penha.


Nara TE da Cal - Mãe

 ------------------------------------------------------

Segundo touro é o Dom Juan TE de Brasília, animal fechado na competente seleção Brasília já que na linha alta conta com todo o leite do Meteoro de Brasília e na linha baixa vai a Oferenda de Brasília, mãe dos provados Bagdá, Boris e Brasil, dos três o Bagdá é o de maior destaque se colocando bem no ranking geral portanto pode ajudar o Dom Juan a buscar uma boa colocação, uma coisa é certa, é um touro que coloca muito leite e bons úberes, pelo menos é isto que o seu pedigree nos apresenta, vamos ver se transforma esta expectativa em realidade.

http://www.youtube.com/watch?v=vqRNFy5pspI
Clique na imagem para ver vídeo

Sobre o touro, em minha opinião, é um touro de ótimo comprimento, muito boa profundidade, garupa muito boa, aprumos um pouco retos (tomaria um pequeno cuidado apenas com a linhagem do CA Paladino), linha de dorso muito boa, umbigo corrigido, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço de bom tamanho, orelhas pouco gavionadas e pequenas típicas do Meteoro, chifres finos e chatos com saída alta (cuidado neste quesito), cabeça leve e masculina e tomaria cuidado quanto a pelagem, linhagem Meteoro gosta de aprontar neste quesito produzindo animais de cores exóticas (cinza, etc) ainda mais com a Oferenda que deu 3 filhos de cores totalmente diferentes com o mesmo touro (CA Everest), porém é o típico filho do Meteoro, se tirar a cabeça (pouco caracterizada) e a pelagem que não me agrada, temos um animal com pouquíssimos defeitos, portanto acasalando o Dom Juan TE de Brasília com animais bem caracterizado é certeza de coisa boa. Aposto no Dom Juan entre os 6 primeiros da bateria e muito bem colocado no geral, Meteoro provou que coloca leite ao deixar o Dom muito próximo da ponta. Pode ser usado na linhagem Everest (cuidado no Racial), Teatro (boa opção), Radar (ótima opção), Bemfeitor (cuidado na pelagem) e uma genética que poderia casar bem aqui é a do Rocar Orvalho. Sêmen vendido na ABS Pecplan. Boa sorte a todos da Brasília e parabéns pelo animal.

Oferenda de Brasília - Mãe

 ------------------------------------------------------
Próximo touro a ser comentado é o Enlevo da Silvânia, touro que vem para ocupar com muita propriedade o lugar do seu pai, Teatro da Silvânia, em um acasalamento extremamente feliz da Estância Silvânia, já que sua mãe, Garbha dos Poções, além de ser uma das melhores vacas da raça em questão de leite e caracterização, ainda mantém o sangue aberto, fazendo com que o Enlevo seja o sucessor de seu pai neste quesito, porém ao meu ver com ainda mais potencial, basta avaliar o seu pedigree que conta com Nata e Garbha, Radar, Teatro e Espantoso. É esperar para ver o que ele pode fazer no teste de progênie, mãe tem para pensar grande, já que a Garbha colocou o Dom entre os primeiros.

Clique na imagem para ver vídeo

Sobre o animal, acho o Enlevo da Silvânia um animal de muito boa profunidade, poderia ser um pouco mais comprido, garupa muito boa, aprumos corretos, a Garbha corrigiu um dos grandes defeitos do Teatro, umbigo pesado típico da linhagem Radar, linha de dorso correta, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço de muito bom tamanho, orelhas corretas e bem gavionadas, chifres redondos e um pouco grossos c,m saída muito boa em uma cabeça leve e masculina. Espero o Enlevo da Silvânia provado e bem, não é touro para brigar pela ponta, mas acho que é um animal com outra característica, é de sim colocar leite, ótima caracterização, mas principalmente abrir o sangue da raça e neste quesito ele é importante demais, seu pai Teatro fez sucesso exatamente neste ponto, porém além disto traz o temperamento impar e úberes do Teatro com o leite, racial e boa conformação da Garbha, tacada de mestre da Silvânia neste acasalamento, se chegar a um PTA próximo de 300kg acredito que será utilizado em larga escala, pois será um dos touros mais completos da raça. Pode ser acasalado com quase todas as linhagens, com exceção da Radar e Teatro, e em todas ele irá acrescentar muita coisa boa, touro para arrumar o gado. Sêmen disponível na ABS Pecplan. Parabéns a todos da Estância Silvânia e boa sorte.

Definida da Silvânia - Filha

 ------------------------------------------------------
Último touro desta segunda postagem é o Eros TE de Brasília, touro com pedigree extremamente leiteiro, porém diferentemente do touro acima, este apresenta sangue mais fechado, principalmente na fazenda Brasília, portanto sinal de muito leite e ótimos úberes, seu pai Meteoro de Brasília é especialista nestes dois quesitos e sua mãe nada mais é do que a grande Profana de Brasília, res extremamente completa e que vem a prova este ano com quatro filhos e todos com pais diferentes, é ver qual dos quatro se saíra melhor, o Eros TE de Brasília é um dos fortes candidatos, acasalamento de muito leite onde a Profana acrescenta uma melhor conformação racial e uma bela grife, a família Profana. 

Clique na imagem para ver vídeo
 
Sobre o touro, acho o Eros TE de Brasília um animal muito boa profundidade, poderia ser um pouco mais comprido, garupa correta, bons aprumos, umbigo corrigido, linha de dorso um pouco selada, mas precisaria ver no plano para ter certeza, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço poderia ser mais comprido, orelhas curtas e pouco gavionadas típicas do Meteoro, chifres finos e redondos com saída alta (cuidado neste quesito), cabeça leve e masculina, enfim bom touro para quem busca um sistema mamário impecável, uma boa produção de leite e a genética da Profana. Acho que o Eros será provado e bem, deve figurar brigar pela ponta nesta bateria, cravaria ele entre os oito primeiros, tem muito cachorro grande ainda na disputa, dos filhos da Profana acredito que ele deva brigar junto com o Cowboy (Fantoche), vejo os dois um pouco a frente do Espelho (Everest) e ainda mais do Exclusivo (Impressor), mas isto só em Maio saberemos. Por ser um animal que não traz muita novidade quanto a genética da Profana é o ponto alto, creio que será mais utilizado o filho dela que melhor se sair e acredito que o Eros TE de Brasília é um forte candidato. Pode ser utilizado com a linhagem Everest (cuidado com o Racial), Radar (boa opção), Teatro (boa opção), Bemfeitor (cuidado na pelagem). Sêmen disponível na CRV Lagoa. Parabéns e boa sorte à Fazenda Brasília.

Verba da NE - Filha

quarta-feira, 19 de março de 2014

Teste de Progênie 22o Grupo - Astro, CA Embu, Chumbo e Congo



Seguindo a tradição de dar os pitacos nos touros que terão os seus resultados divulgados este ano durante a Expozebú darei a minha opinião sobre cada um dos animais, conto com a ajuda de todos e em Maio veremos se o Sansão se mantém firme e forte no topo por mais um ano, importante lembrar que a bateria deste ano ganhou reforço dos touros que tiveram os resultados atrasados dentre eles o Cetro da Silvânia, Fidalgo TE de Kubera e Cowboy TE de Brasília, vem chumbo grosso aí.

Comentem a vontade.

Abraços.

  ------------------------------------------------------

Abrindo a avaliação deste ano temos o touro Astro da Morada dos Ventos, único filho do líder CA Sansão nesta bateria, Astro conta na linha baixa com dois pilares da raça já que sua mãe, Exilada, é filha do Impressor em vaca Cadarso, pedigree interessante aliando muito leite e porte, a junção do Sansão em vaca Brasília também acho interessante para dar equilíbrio ao úbere e alta produção, Impressor entra bem neste quesito e também aumentando o porte dos animais, o que poderia ser um problema quanto ao temperamento dos filhos do Impressor é bem resolvido com a índole do Sansão e Cardarso, muito bom acasalamento.

Clique na imagem para ver vídeo
 
Sobre o touro, em minha opinião, Astro da Morada dos Ventos é um dos filhos que mais lembram o seu pai, CA Sansão, além disto apresenta ótima profundidade, poderia ser um pouco mais comprido, boa linha de dorso, umbigo um pouco pesado, tomaria cuidado em usar ele em animais com sangue Radar, mas nada que um bom acasalamento dê jeito, pernas um pouco curvas, porém não me preocuparia com isto, na foto a garupa parece escorrida, mas no vídeo é possível ver que é pequeno o declive, cupim de bom tamanho e bem colocado, pescoço poderia ser um pouco mais comprido, orelha levemente gavionada, chifres finos e chatos e com saída correta apesar de virarem para cima, apresenta goteira em uma cabeça leve e masculina, enfim é um bom touro onde se busca um animal que trás consigo as grandes qualidades do Sansão (a ser provada no teste) com bons úberes e um porte mais elevado. Acredito que o Astro da Morada dos Ventos pode surpreender, o colocaria no pelotão da frente desta bateria, não acredito nele liderando, mas muito bem colocado, entre os 8 primeiros da bateria, marcando pontos como uma boa opção para o sangue do CA Sansão. Pode ser acasalado com a linhagem Teatro (cuidado nos aprumos), Bemfeitor (cuidado na garupa), Vale Ouro (porte mais baixo), Radar (cuidado no umbigo) e Rajastan (só nas matrizes mais raçudas). Sêmen disponível na Alta Genetics. Parabéns pelo animal e boa sorte ao proprietário do Astro.

Filha do Astro da Morada dos Ventos (foto: site da Alta Genetics)
  ------------------------------------------------------

Segundo touro da bateria a ser comentado é o CA Embu, touro da marca CA, mas não da fazenda Terra Vermelha, do Kinkão, e sim do Sr. Antonio José Costa. CA Embu é filho do Meteoro com a CA Londrina, res que traz muito sangue antigo no pedigree, pois é filha do SC Titã Naidu (touro do 4º grupo), portanto filho do Naidú importado em vaca fechada no Caxanga, sua mãe é fechada na seleção Campo Alegre antiga, portanto é Meteoro com sangue que remonta o inicio da seleção da raça no país, o que acaba abrindo um pouco o sangue ao menos na linha baixa, mesmo com animais que geraram a seleção de hoje, estes aparecem muito atrás e pode ser usado sem tanta preocupação.

Sobre o touro, em minha opinião, é um touro de poderia ser um pouco mais comprido, ótima profundidade, garupa levemente escorrida, aprumos fortes e um pouco retos (tomaria cuidado apenas com animais da linhagem do Bemfeitor e Paladino), a linha de dorso apresenta-se um pouco selada, é preciso ver se ao vivo ela melhora, mas tomaria cuidado neste quesito, umbigo um pouco pesado (possivelmente vem do Naidu), mas nada que um bom acasalamento não dê jeito, cupim de bom tamanho de bem inserido, pescoço de tamanho normal, orelhas pouco gavionadas típicas do Meteoro, chifres finos e ovalados com saída correta, cabeça leve e masculina e tomaria cuidado quanto a pelagem, linhagem Meteoro gosta de aprontar neste quesito produzindo animais de cores exóticas (cinza, etc), enfim é um touro onde se busca resgatar o sangue dos velhos pilares da raça, certamente produz animais com bons úberes, porém deve ser utilizados em animais de boa caracterização racial, onde se visa colocar tipo leiteiro. Acredito que deve ser um animal que figurará na parte de baixo desta bateria por ter um sangue mais antigo e faltara ajuda, se provado será uma boa opção para resgatar o sangue dos pilares da raça, Naidu, Caxanga e SC Titã, mesmo o Meteoro já é um touro que poder ser considerado da velha guarda, temos filhos dele brigando pela ponta do sumário, o que pode dar uma ajuda ao CA Embu. Por ter sangue antigo pode ser usado em quase todas as linhagens com exceção da Rajastan, para ele acho Teatro e Radar (cuidado no umbigo e linha de dorso) as melhores opções, são touros mais raçudos e que podem corrigir os defeitos do CA Embu e aproveitar o leite e o sistema mamário imprimido pelo Meteoro. Sêmen disponível na Semex. Parabéns e boa sorte ao proprietário do touro.

Meteoro de Brasília - pai e garantia de bons úberes

  ------------------------------------------------------

Próximo touro a ser comentado é o Chumbo TE DP, touro da fazenda Apazivel do João Machado Prata Júnior, une dois dos mais consagrados animais da raça, Bemfeitor e Nefrita, a junção destes dois pilares já mostrou do que é capaz, provou bem o irmão completo do Chumbo, Estanho TE Kubera, e também acasalamento semelhantes colocou o Faraoh e o Facho TE Kubera entre os 10 primeiros do quadro geral no ano passado, ambos são filhos do Barbante (Bemfeitor na Nata) com a Nefrita, portanto é de se esperar que o Chumbo TE DP siga os passos touros acima e se coloque muito bem no quadro geral,. Nefrita foi provada ano passado quando seus primeiros filhos tiveram os seus resultados divulgados e mostrou ser ainda melhor no balde do que o grande sucesso que conquistou nas pistas, além disto traz o sangue do grande Dalton Pati Cal. Na linha alta vem de Bemfeitor, touro que vem se recuperando dos anos passados quando chegou a ter poucos descendentes entre os primeiros, com a ajuda de seu filho mais pródigo, Barbante, vem subindo e pode surpreender novamente com o Chumbo TE DP.





Sobre o animal, acho o Chumbo TE DP um animal de muito bom comprimento, profundidade boa, escorre um pouco de garupa, normal por ser filho do Bemfeitor, aprumos um pouco retos, tomaria cuidado com linhagem do CA Paladino, linha de dorso correta, umbigo corrigido, cupim de bom tamanho e bem inserido, apesar de parecer querer tombar com a idade, pescoço de bom tamanho, orelhas corretas e bem gavionadas, chifres redondos e um pouco grossos e cabeça leve e masculina. Espero o Chumbo TE DP provado e bem, não acho que vá brigar pela ponta da bateria, mas entre os 30 primeiros do geral e próximo ao Estanho, com a vantagem de ter uma pelagem que mais me agrade e dê mais segurança ao acasalar. Esta aberto para as linhagens Everest, Teatro (cuidado nos aprumos), Radar (ótima opção para afinar os chifres), Vale Ouro (bom para ligamentos, ponto fraco do Bemfeitor) e Rajastan (cuidado no racial). Tinha sêmen na Nova Índia, não deve ser difícil encontrar no mercado. Parabéns pelo animal e boa sorte ao João Machado e todos da faz. Aprazível.

Estanho TE de Kubera - irmão completo, provado ano passado.

   ------------------------------------------------------

Último touro desta primeira postagem é o Congo do Suspiro, touro com pedigree extremamente leiteiro, na linha alta vem com Modelo TE de Brasília, garantia de boa produção é ótimos úberes, e na linha baixa traz a Balalaika TE de Brasília, res filha do Fantoche de Brasília, olho nos filhos dele, pouco comentados, mas muito leiteiro, Calibre não me desmente nesta, na Proteína de Brasília, uma das melhores filhas do Rajastan, é leite e bons úberes para todo lado.

Clique na imagem para ver vídeo da mãe
 
Sobre o touro e baseado na foto antiga que tive acesso, acho o Congo do Suspiro um animal de bom comprimento, boa profundidade, garupa correta, bons aprumos (pela foto parecem arqueados, mas acho que é a forma como parou o pé), umbigo corrigido, linha de dorso selada, mas precisaria ver no plano para ter certeza, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço poderia ser mais comprido, orelhas curtas e pouco gavionadas, chifres ao que parecem são finos e redondos com saída muito alta, cabeça leve e masculina com uma goteira, enfim bom touro para quem busca um sistema mamário impecável e uma boa produção de leite onde a caracterização racial fica um pouco em segundo plano em prol da alta produtividade. Acho que o Congo será provado e bem, deve figurar na parte intermediária da bateria, se tornando uma ótima opção para o Modelo e colocando mais uma vez o Fantoche em evidência, touro pouco usado por aqui, mas que tem se mostrado um grande produtor. Vi um irmão materno do Congo na fazenda Clarão da Serra, porém com o Sansão ao invés do Modelo, muito bom touro e com ótimas filhas. Pode ser usado nas linhagens Everest (cuidado em alguns filhos deste patriarca quanto a temperamento e garupa), Teatro (boa opção no quesito racial), Radar (ótima opção, junta a raça do Radar com o úbere e produção do Modelo e Fantoche) e Bemfeitor (outra boa opção para corrigir úberes profundos e ligamentos fracos do Bemfeitor). Tinha sêmen na CRV Lagoa, não deve ser difícil encontrar no mercado. Parabéns ao Luiz Fernando Taranto Neves e boa sorte.
Fantoche de Brasília - Avô materno


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Avaliação do Resultado do Teste

Mais um teste divulgado e mais uma vez a coroa segue com o CA Sansão, touro que ano após ano vem fazendo história, porém o grupo deste ano, o mais pesado até hoje, apresentou alguns ótimos candidatos a brigar forte e incomodar o líder. Abaixo a avaliação de cada animal quanto ao seu resultado e também uma análise de algumas boas surpresas que o sumário deste ano nos mostrou.

Facho TE de Kubera - Líder do 21o Grupo do TP da ABCGIL


- Facho TE de Kubera: líder deste fortíssimo grupo com uma PTA extraordinária, isto mostra o grande feito deste até então pouco conhecido touro, apostava nele bem colocado, brigando forte entre os primeiros, mas achei que ficaria atrás do seu irmão completo Faraoh, ambos chegaram quase juntos, mas com vantagem ao Facho, resultado que mostra a força do Barbante e seus filhos, colocou muito bem todos eles, e também da FB Nefrita, primeira vez testada e não decepcionou. Touro já foi contratado pela Alta. PTA: 640,9 kg

- Dom TE da Silvânia: Garbha mais uma vez provou ser uma res fantástica colocando mais um de seus filhos muito bem desta vez com o Meteoro, Dom coroou ainda mais a sua importância para a raça, é um touro que aliava porte, beleza e temperamento, agora podemos acrescentar leite nestas ótimas qualidades, apostava nele brigando pela ponta e não decepcionou. PTA: 575,6 kg

- Faraoh TE de Kubera: irmão completo do Facho, portanto Barbante na Nefrita, mostrando ser um acasalamento bastante interessante e que provou ser extremamente produtivo, um que provou ser forte na disputa pela ponta, por estar em uma central grande achei que fosse levar vantagem sobre o irmão, chegaram perto, mas o Facho se saiu melhor. PTA: 531,6 kg

- PH Uísque: grata surpresa, touro fechado na seleção Brasília e que mais me agrada, ótima opção para a linhagem do Supra-sumo, além de agregar ótimo sistema mamário, também muito leite e muito bom racial, deve ser usado com mais freqüência. Apostei nele provado, mas não tão bem. PTA: 515,3 kg

- Diamante TE Brasília: Meteoro provando ser realmente leiteiro demais, colocou mais um touro muito bem no sumário, desta vez com a clonada Luzíada, esperava ele por aqui mesmo, bom PTA, entre os primeiros, sendo uma boa opção para quem quer leite e bons úberes. PTA: 484,7 kg

- Código TE de Brasília: muito boa colocação deste bom filho do CA Paladino, uma grande opção para esta linhagem, esperava ele abaixo do irmão, Calibre,  pois considero o Fantoche mais leiteiro do que o Paladino, mas não achei que fosse chegar tão bem colocado, grata surpresa. PTA: 483,3 kg

- Fargo TE de Kubera: mais um do Barbante bem colocado, esperava ele um pouco mais a frente, não que o resultado não seja ótimo e de jeito algum decepciona, mas achei que pudesse incomodar o líder, mais uma opção para a Ovação que prova ser uma baita matriz leiteira. PTA 481,8 kg

- Galli DAB: ótima surpresa para este filho do Sansão com pedigree muito interessante, já que trás o sangue do Griffe 3R na linha baixa, apostava nele provado, mas mais abaixo, se torna, portanto uma provada e muito boa opção para o sangue do Sansão, destaque por ser aberto e bem na linha baixa. PTA: 466,4 kg

- Fator TE Kubera: apostava nele abaixo do irmão e se concretizou, esta provado e bem, pode ser uma alternativa para o sangue do Barbante na Ovação bem interessante devido à pelagem melhor. PTA: 431,7 kg

- Dinâmico da Epamig: “A” surpresa do teste para mim, sempre aposto nos touros da Epamig sendo provados, mas não achei que fosse ser tão bem provado, só vem para coroar o ótimo trabalho desta instituição, muito sangue Brasília neste ótimo animal. PTA: 431,6 kg

- Diego BJS: provado e bem como previa, mas achei que chegaria um pouco mais a frente, não que seja ruim, longe disso, mas achava que ficaria entre os 8 primeiros da bateria por ser Sansão na Hidrólise, PTA que o credencia a ser uma grande opção para o sangue desta fabulosa res. PTA: 404,7 kg

- Mar. Opala AZ: muito boa colocação para este ótimo filho do AZ, esta aonde achei que ficaria, no meio da tabela, mas bem colocado e com PTA expressivo, muito bom touro e que deve ser mais usado. PTA: 343,7 kg

- Desejo TE da Silvânia: apostava nele um pouco a frente, com PTA acima dos 400kg e brigando pela ponta pelo ótimo pedigree que tem, não chega a decepcionar, mesmo porque esta com PTA bem positivo, deve continuar sendo bem usado pelo que vem produzindo. PTA: 300,9 kg

- Mar. Namorado Relógio: colocado aonde eu o esperava, no meio da tabela, pensei que fosse chegar a frente do Opala. Ótima opção para a linhagem Mar. Relógio Baile, espero que seja mais usado, pois tem tudo para isto. PTA: 286,0 kg
- Estanho TE de Kubera: touro que muitos apostavam brigando lá na frente e eu não fui diferente, não chega a ser uma surpresa ruim, mesmo porque foi provado acima dos 200 kg, mas deixou a desejar quanto à expectativa em sua volta, pedigree muito bom e seus irmãos maternos brigando pela ponta fazem com que o Bemfeitor tenha que dar uma resposta ano que vem, mesmo assim é uma grande opção para o sangue deste pilar da raça. PTA: 241,9 kg

- Delírio TE de Brasília: Meteoro mais uma vez no teste, desta vez na posição que esperava, provado e bem, mas longe da briga, opção para bons úberes. PTA: 226,1 kg

- FB Bosch: aonde achei que fosse estar, coloquei ele até um pouco a frente, mas não muito, animais da seleção FB normalmente ficam nesta faixa devido ao pedigree mais aberto. Linha baixa toda FB o que faz dele uma boa opção. PTA: 219,6 kg

 - Maestro TE F. Mutum: Dengosa pela primeira vez no teste e colocou um filho um pouco abaixo de onde achei que estaria, não é uma decepção, mas apostava nele um pouco mais a frente, não podemos falar em surpresa ruim em um animal provado e com PTA acima de 200kg, mas deixou uma pulga atrás da orelha se não era para estar um degrau a frente, importante que é uma ótima opção para o sangue do Paladino mostrando que além de porte e beleza também agrega no leite. PTA: 205,5 kg

- CA Donald: outro filho do Paladino provado e com bom PTA, achava que tanto ele quanto o Maestro fossem ficar próximos dos 300 kg, porém longe de decepcionar, as qualidades de ambos é quanto ao porte, beleza e pelagem firme, agora provados e com PTA acima dos 200 kg, mostram que também podem agregar leite. PTA: 201,8 kg

- Everest BJS: Paladino colocou a maioria dos filhos muito próximos tornando a escolha entre eles mais ampla, todos são ótimos animais e que agregam as qualidades deste bom patriarca, este está onde achei que ficaria, provado com bom PTA e abaixo do irmão materno. PTA: 189,9 kg

- Lancelot TE da Palma: colocado onde achei que estaria, do meio para baixo, mas sendo um animal interessante para buscar a linhagem do Dalton, reprodutor muito bom e pouco usado, mais um bom touro da seleção Palma. PTA: 158,5 kg

- Porche do Gavião: pelo pedigree que tem achei que fosse touro para brigar lá em cima, não esperava ele na parte de baixo da bateria, opção para o sangue da Fiara e de campeã de torneio leiteiro. PTA: 142,5 kg

- Bissacar San Giorge: touro de linhagem antiga da Brasília, ultimamente quase sempre entra um animal com este tipo de pedigree no teste, normalmente são provados, mas com baixa PTA, com o Bissacar não foi diferente, mesmo assim acho interessante este trabalho, pois trata-se de animais que fizeram o que a Brasília é hoje, uma das grandes do Gir Leiteiro, espero que continuem aparecendo animais assim, é uma forma de refrescar o sangue mesmo que com animais usados no passado. PTA: 7,8 kg

- Divino de Brasília: achei que poderia ser a resposta do Impressor para o baixo resultado do Diáfano ano passado, mas o Divino também ficou pelo caminho, infelizmente ficou negativo, poderia ser uma boa opção para este grande reprodutor, pensei que fosse ser provado, mas na parte de baixo da bateria. PTA: - 21,9 kg

- Delta TE de Brasília: touro que ficou bem abaixo do que eu e a grande maioria esperava, achei que fosse ser provado, tem pedigree para pensar alto, seu irmão completo ficou com PTA acima dos 200kg, infelizmente o Delta ficou negativo, poderia ser uma alternativa para o sangue da Soberana. PTA: - 57,1 kg


Os resultados mostraram que se tratou de um dos mais pesados grupos do teste de progênie, porém ainda ficaram para ser divulgados os resultados dos touros Cetro da Silvânia, Cowboy TE de Brasília, Fidalgo TE de Kubera, Bilário Kalangal e Salu JMMA, deixando a bateria do ano que vem bastante interessante, provavelmente não divulgaram este ano esperando também alguns dados do sumário da ABCZ. Um ponto importante a se salientar é a entrada de novas genéticas pela briga lá em cima, Meteoro, Garbha, Nefrita, Barbante, Fantoche, todos dando as caras lá em cima.

Quanto a uma análise mais profunda do teste podemos salientar o ótimo resultado do Calibre TE de Brasília (5º do geral) mostrando a qualidade do Fantoche. A gratissima surpresa de o único filho do Radar se colocar entre os 20 melhores com o Atlântico TE da Silvânia em 14º. A queda do Vaidoso e do Bagdá de 15 posições, precisam dar uma resposta ano que vem, são dois ótimos touros. Hussen dos Poções e Leite de Pedra da Badajós se firmando como dois ótimos e provados touros para abrir sangue com qualidade racial e produção no balde. As boas colocações de touros provados e excelentes como Nobre, Patrimônio, SC Gori Sábia e Caju. E a grande volta do Teatro da Silvânia, touro que merece todo o respeito por estar a tanto tempo fazendo ótimos animais e diversos plantéis, este ano esta positivo e com PTA acima de 120 kg, uma grande notícia para a raça.

Comentem os resultados, ano que vem tem mais e promete ser uma briga feia de novo pela ponta com os 5 que sobraram desta bateria mais um punhado de filhos da Profana com quatro touros diferentes (Fantoche com Cowboy, Eros com Meteoro, Everest com Espelho e Impressor com Exclusivo), Panamá, Peralta, Tabu, Don Juan, Enlevo (Garbha de novo), Astro da Morada dos Ventos (único Sansão)

Um abraço

Zé Eduardo Mello
Gir das Paineiras

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Teste de Progênie 21o Grupo - Avaliação Final



Teste pronto para ser divulgado e após as avaliações individuais de cada touro já é possível “chutar” os que brigarão pela ponta, os “azarrões” e os que serão provados, porém no bloco intermediário desta que foi a bateria mais pesada do teste, isto mostra a evolução a qual o Gir vem passando ano a ano. Seguem as avaliações:

Bloco da “Ponta” – animais que brigarão pelas primeiras posições

- Cetro da Silvânia: touro que vem forte e com ótimos filhos, além de um pedigree fora de série, Bemfeitor na Unidade (irmã completa do Urânio), Sansão que se cuide.

- Cowboy TE Brasília: Profana sendo testada e com o Fantoche, touro que foi pouco usado, mas que mostrou a sua qualidade através de dois filhos muito bem colocados no ano passado, não assustaria em ver ele entre os 10 primeiros do geral

- Desejo TE da Silvânia: Everest na Nata, um pedigree que todos gostariam de ver testado, acho que pode surpreender e se colocar bem, a Nata é sempre uma incógnita, coloca animais por toda parte do sumário, mas sempre provados, neste caso se fosse apostar colocaria ele entre os 8 melhores da bateria.

- Diamante TE Brasília: Meteoro vem forte na bateria e o Diamante é um dos filhos dele que mais aposto, já que conta com a genética da clonada Luzíada, aposto nele como o touro da Brasília mais bem colocado no geral.

- Diego BJS: Sansão na Hidrólise o credencia a ser um forte candidato, acho que não deve figurar entre os líderes da bateria, mas ficará entre os 8 primeiros, esta é a minha aposta.

- Dom TE Silvânia: para mim um dos touros mais completos da raça, alia muito leite, bons úberes, bom racial e um pedigree de respeito, Meteoro na Garbha, esta já mostrou a que veio provando e muito bem o Coliseu.

- Estanho TE Kubera: Pedigree de muita consistência em um touro que deve se colocar muito bem, Nefrita sendo testada e Bemfeitor, deve ficar entre os 10 primeiros.

- Faraoh e Facho TE Kubera: Nefrita vai para o teste e muito bem credenciada, com dois filhos do Barbante, devem se colocar bem com uma ligeira vantagem para o Faraoh que provavelmente foi mais usado.

- Fargo e Fator TE Kubera: Barbante na mãe do muito bem provado Casper, acho que o Fargo leva vantagem além de já ter saído, e muito bem, no sumário da ABCZ, olho nele que não me surpreenderia com ele na ponta.

- Fidalgo Kubera: pedigree ímpar e se fosse colocar minhas fichas colocaria nele entre os 5 primeiros e com grande chancer de tomar a coroa do Sansão.

- Porche do Gavião: irmão completo da recordista Tona da Cal e um dos grandes filhos do Meteoro, pode incomodar na ponta e ser um bom candidato.

Bloco das Surpresas – touros que serão uma grata surpresa se brigarem pela ponta, mas que trazem muitos ganhos à raça, acredito em todos provados.

- Bilário Kalangal: belíssimo animal de uma linhagem menos usada, o grande feito dele será ser provado, visto que briga sozinho no sumário, se for provado deve ser mais usado pelos ganhos raciais que pode trazer, leva a torcida de muitos inclusive a minha por se sair bem no teste.

- Bissacar San Giorge: touro que traz a linhagem antiga da Brasília, acho que será provado, mas ficando no bloco intermediário, boa opção para resgatar o trabalho desta importante seleção.

- CA Donald: primeiro filho do Paladino a ser provado, touro que agrega muita raça, ótimo porte, pelagem firme e bons úberes, deve ser provado e ainda mais usado pelas boas qualidades que tem.

- Código TE de Brasília: irmão materno do muito bem provado Calibre, porém acredito no Código um pouco abaixo dele, acho o Fantoche mais leiteiro do que o Paladino, porém deve ser provado e uma boa opção para a linhagem de seu pai.

- Delírio e Deta TE de Brasília: Meteoro na Soberana, baita pedigree. Acredito nos dois provados e bem, mas não acredito em nenhum deles brigando pela ponta da bateria.

- Dinâmico da Epamig: como a maioria dos animais da Epamig espero o Dinâmico provado, mas no bloco intermediário, deve ser um dos mais bem colocados desta marca.

- Divino de Brasília: pode ser a resposta do Impressor ao baixo resultado do Diáfano no ano passado, chance para mostrar que o normal da sua linhagem é produzir animais leiteiros com a Oferenda. Deve brigar pelo meio da tabela.

- Everest TE BJS: mais um filho da Hidrólise desta vez com o Paladino, acredito nele abaixo do seu irmão materno, mas provado.

- FB Borsch: marca FB sempre coloca bem os seus animais e acredito que desta vez não será diferente, deve figurar próximo a parte de cima do sumário, apostaria nele entre os 50 primeiros do geral.

- Galli DAB: filho do Sansão com pedigree bem interessante,deve ficar na parte intermediária do sumário devido ao peso desta bateria que ele deve ficar próximo da 15ª colocação.

- Lancelot TE da Palma: Dalton e vaca Everest, pedigree de sucesso, o que o deve credenciar a ser provado, mas não o vejo brigando pelas primeiras colocações, sendo uma boa opção para o sangue Dalton.

- Maestro TE F. Mutum: Dengosa indo a prova, uma das melhores e mais completas matrizes da raça será testada pela primeira vez, acredito que se sairá bem e que o Maestro será provado, acho que faltará força para beliscar posições acima, porém é uma ótima opção para animais raçudos, de boa carcaça e leite.

- Mar. Namorado Relógio: genética extremamente leiteira através do Mar. Relógio Baile, porém deve figurar na parte intermediária do sumário, porém iria ser uma grata surpresa encontrá-lo entre os 20 primeiros, seu pai é um dos touros antigos mais bem colocado no sumário, pode aprontar, mas dificilmente incomodara os primeiros.

- Mar. Opala AZ: primeiro filho do AZ a ser provado, boa opção para raça e sistema mamário, porém acredito nele provado, mas abaixo do Namorado. Boa opção de touro com sangue aberto.

- PH Uisque: filho do Supra-sumo, touro pouco usado, mas muito bem provado, racialmente é um dos melhores animais de linhagem Brasília, se for bem provado tem tudo para ser mais usado, será uma boa aposta.

- Salu JMMA: animal mocho e uma incógnita, seu pai Impressor produziu ótimos animais, mas também decepcionou com outros. Espero ele provado para ser uma boa opção de linhagem mocha.


Dêem os seus palpites. Conto com a ajuda de vocês.

Obrigado a todos pelas visitas e ajuda em mais uma avaliação dos touros, agora é cruzar os dedos e torcer, em breve saberemos se temos um novo líder ou se o Sansão crava ainda mais o seu nome na história.

Um abraço

Zé Eduardo Mello
Gir das Paineiras

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Teste de Progênie 21o Grupo - Porche do Gavião e Salu JMMA




Abrindo este último post com a última dupla de touros da 21ª bateria do Teste de Porgênie da ABCGIL temos o Porche do Gavião, touro da competente seleção do Gavião do Sr. Carlos Caldeira Brant que já provou que pode aprontar no teste com a ótima colocação do Jaguar TE do Gavião, sendo mais um filho do Meteoro de Brasília a ter o seu resultado divulgado nesta pesada bateria. Na linha baixa, Porche do Gavião vai a ótima Fiara TE do Gavião, uma das melhores matrizes desta seleção e uma belíssima filha do CA Everest coma Boemia Talão Cal, que nada mais é do que uma filha da Sara da Cal com touro linhagem Faizão, portanto é a união de três competentíssimas seleções com uma pitada de Gavião. Porche do Gavião é irmão  completo da Tona TE da Cal, res que bateu o recorde em torneio leiteiro na exposição de Passos, mas perdeu o posto poucos dias depois para a Quimbanda, por aí dá para ver que o Porche do Gavião vem com tudo nesta bateria.

Porche do Gavião (Foto: Site Faz. EGB)


Sobre o animal, em minha opinião, o Porche do Gavião é um animal de muito boa profundidade, bom comprimento, escorre um pouco de garupa, aprumos fortes e corretos, umbigo um pouco pesado, cupim de bom tamanho e bem inserido, pescoço forte e poderia ser um pouco mais comprido, saída de chifres levemente alta com chifres ovalados e um pouco grossos, orelhas de bom tamanho, mas pouco gavionadas, marrafa correta, cabeça leve e masculina, enfim um touro com pedigree extremamente leiteiro e com um racial que pede alguns pequenos cuidados, mas nada que um bom acasalamento não dê jeito. Acho que o Porche do Gavião tem poder de fogo para se colocar muito bem nesta bateria, pode ser que falte alguma ajuda na matriz de parentesco na disputa com alguns outros animais, mas acredito nele entre os 7-8 primeiros desta bateria e se bobear à frente do Jaguar. Pode ser acasalado com linhagem Bemfeitor (cuidado na pelagem, ambos tem animais em seus pedigrees que as vezes dão filhos de cores diferentes), Teatro (boa opção), Radar (boa opção, mas cuidado com umbigo), Vale Ouro (boa opção, mas cuidado no racial), etc. Sêmen disponível na Sembra. Boa sorte aos proprietários do animal.

Fiara TE do Gavião - Mãe


Salu JMMA (JMMA 365) – Prop: Erick Carbonari

Único touro mocho desta bateria, Salu JMMA leva o nome da competente e vitoriosa seleção do Sr. José Mario Miranda Abdo, caracterizada por ser uma marca que agrega muito leite através de animais mochos. Salu JMMA é filho do grande Impressor de Brasília, touro irmão paterno do Fantoche e Fabuloso, e pai de animais de destaque como CA Guri e Oferenda de Brasília, mãe do Bagdá TE de Brasília, portanto leite com sistema mamário perfeito através do selo Brasília. Na linha baixa, Salu JMMA conta com pedigree bem aberto em animais mochos, portanto é uma ótima opção para quem busca este tipo de animal, leiteiro e de linhagem mocha. 

Salu JMMA

Sobre o touro, em minha opinião, Salu JMMA é um animal de muito bom comprimento, profundidade também muito boa, linha de dorso parece levemente selada, escorre um pouco de garupa, aprumos corretos e fortes, umbigo pesado, cupim de bom tamanho e bem inserido, orelhas de bom tamanho, mas pouco gavionadas e uma cabeça leve e masculina, enfim um touro bastante interessante na linhagem mocha, com ótima estrutura e certamente bastante leite com úberes corretos, destaque também para a bela pelagem. Ao meu ver é um touro que será provado, mas deve figurar na parte de baixo da bateria devido ao peso deste grupo, acho que ficará com PTA próximo aos 150kg, sendo uma boa opção para a linhagem mocha. Pode ser acasalado com a linhagem Radar (cuidado no umbigo), Bemfeitor (cuidado na garuoa), Everest (boa opção se a garupa for boa), Vale Ouro (cuidado com tamanho), Rajastan (boa opção se o animal for mocho), etc. Sêmen disponível na ABS Pecplan. Boa sorte ao sr. Eric e ao Sr. José Mario.

Impressor de Brasília - Pai